Eurowings professional

Eurowings Professionalwww.aerosoft.com

Vou tentar em poucas linhas tentar dar uma imagem do estudo que efectuei a este produto durante um mês.Este é um pacote comercial editado pela Aerosoft contendo cenários e aeronaves. São eles:
Cenários:

Dortmund
Berlin – Tempelhof
Paris – Charles-de-Gaulle
Amsterdam – Schiphol
London – Stansted
Olbia, Sardinia
Aeronaves:

ATR-42 Version 300 and 500
ATR-72 Version 200 and 210
BAe 146 Version 200
Airbus A319 Version 100
Fornecido em caixa, podemos encontrar dentro desta um CD com todo o software, e os manuais quer dos cenários (cartas) quer das aeronaves totalizando cerca de 130 páginas. Pena que a versão inglesa dos manuais só esteja a ser fornecida há pouco tempo, facto esse que já mereceu a crítica de alguns utilizadores.
Analisemos agora as aeronaves
ATR-42/72Extremamente bem conseguidas. Evidencia-se o cuidado que os seus criadores tiveram ao nível de operacionalidade da aeronave bem como a nível sonoro. O funcionamento de um turbo-prop é muito bem simulado, faltando apenas um pequeno pormenor no funcionamento dos gauges de Torque. É sem dúvida um modelo aerodinamico muito bem afinado, quer nas suas velocidades, quaisquer que sejam, quer no comportamento aerodinamico em voo, simulando muito bem um avião que voa “por atitude”. O nível sonoro destes modelos é surpreendentemente incrível. A distinção entre os sons de Torque e de RPMs é perfeitamente notória e bem conseguida. Todos os restantes sons estão dignos do modelo. No painel está retratado fielmente o cockpit real. Todos os instrumentos funcionam ainda que alguns deles não influenciem o funcionamento da aeronave. Desde o sistema de alarmes até ao MFD, estes sim, a funcionarem na perfeição. O grande senão desta aeronave está no FMC, que não passa do modelo da Dreamfleet e do Greatest Airliners B737-400. Quanto a modelo visual apesar de bem concebido, há lugar para melhoramentos, nomeadamente ao que respeita a interiores.Em suma, é até ver, a melhor simulação de um modelo turbo-prop que alguma vez consegui analisar.


BAe-146Muito semelhante ao ATR no que respeita à concepção. Painel realistico e funcional, mas mais uma vez com o FMC da Dreamfleet. Aliás, este é um mal comum a todas as aeronaves deste pacote. Aerodinamicas correctas embora com espaço para melhoramentos no que respeita a velocidades de aceleração. O modelo visual, este sim um grande feito. Desde às animações correctíssimas até ao efeito que a sustentação tem sobre as asas, vergando-as literalmente durante o voo. O som utilizado, apesar de parecer bem reproduzido, dá-nos a sensação de alguma incorrectibilidade quando ouvido do interior do avião. Perguntá-mos a um piloto real e actual deste modelo pelo funcionamento do cockpit, à qual só ouvimos que “para um flightsimmer que se digne, todos os sistemas necessários estão a funcionar correctamente”. É portanto uma boa aquisição para o amante do “jumbolino”.


A319Este é sem dúvida o modelo mais difícil de analisar, pois já existem outros pacotes deste modelo. Categorizava o 319 aqui apresentado como uma versão suave deste modelo. Enquanto que outras editoras apresentaram os seus modelos reproduzidos ao mais ínfimo pormenor, a Aerosoft disponibiliza-nos uma versão que apesar de inteiramente funcional, é destinada aos flightsimmers que ainda tentam iniciar-se. Os sistemas estão lá, mas muitos deles não funcionam correctamente. A nível sonoro há espaço para melhoramentos. Apesar de ser claramente da família A320, conseguimos achar pela internet alguns pacotes sonoros para este modelo que chegam a superar. Aerodinamicamente apenas gostariamos de saudar a bem conseguida dificuldade em perder velocidade. Visualmente, e à semelhança dos sons, há por aí versões melhores. Apesar de ser um modelo que apresenta os seus fortes e baixos, não aconselhamos a quem gosta realmente da família A320.


Olhando agora um pouco para trás, analiso que os grandes feitos são o ATR42/72 e o BAe146.Este pacote ainda apresenta um utilitário para planos de voo, bem como outro para o carregamento de passageiros e carga, sendo que ambos funcionam tal como esperado, embora a apresentação visual ser um pouco rudimentar.


CenáriosOlhemos agora para os cenários. Aqui sim, algo digno de referência, e que só por si vale os 40 Euros pedidos pelo pacote. Em poucas palavras, e para não maçar o leitor, apenas digo – fenomenal. Todos os aeroportos, alguns deles um pouco esquecidos pelos restantes criadores de cenários, estão fidedignos e retratam o mundo real com um pormenor bastante elevado. Tudo o que se espera de um cenário com todas aqueles extras, desde interiores de edifícios, à parte terrestre das aerogares, até a alguns marcos visuais circundantes dos aeroportos, pode ser encontrado nestes aeroportos que já não estão esquecidos. A nível aeronautico é isto que se espera de um cenário – o que interessa para o piloto está lá. Os dados apresentados são correntes e actualizados para o mês de Outubro de 2002, embora não haja actualizações previstas pela Aerosoft à medida que se justifiquem. A pergunta que deve estar a fazer nesta altura é “mas se o detalhe é assim tão bom, o preço a pagar não são Euros mas sim frames”. A minha resposta é muito simples – exprimente e verá que até poderá estar enganado.




ConclusãoSe pensa em adquirir o Eurowings professional pelo A319, pelos FMCs dos aviões, ou pelos cockpits totalmente funcionais, não o faça. Compre sim se pretende adquirir aeroportos um pouco esquecidos como Stansted, Tempelhof ou Olbia, para ter um avião turbo-prop a funcionar dignamente, ou um BAe146 com um modelo visual muito bem conseguido.Não gosto de classificar o que vejo, mas a ter classificação, seria bem acima dos 75%.
Pedro SousaAirSim.netJaneiro 2003

Comments are closed.