Farnborough 2006 – Reportagem

Conforme anunciado anteriormente, o AirSim marcou presença no Farnborough Airshow 2006 que decorreu durante a semana de 17 a 23 de Julho. Após os dias dedicados aos profissionais do ramo, o evento abriu as suas portas ao público em geral durante o fim-de-semana de 22 e 23 de Julho, oferecendo uma vasta área de exposição estática de aeronaves, vários pavilhões de exposição e uma componente de airshow com a duração aproximada de cinco horas consecutivas, recheadas de aeronaves de épocas e tipos distintos. Em leia mais o AirSim apresenta uma reportagem detalhada, elaborada pelos nossos enviados especiais ao certame e algumas das melhores fotos na nossa galeria fotográfica.

Após a experiência do ano passado no Paris Air Show 2005, a equipa do AirSim deslocou-se no dia 22 de Julho ao Farnborough International AirShow 2006.
Na véspera do evento adquirimos os bilhetes na estação ferroviária de Waterloo em Londres que incluiam a ida e volta a Farnborough e as entradas para o Airshow, tudo isto com um bom desconto. A organização britânica foi exemplar: à chegada à estação de “Farnborough Main” um serviço gratuito de autocarros conduzia as várias centenas de visitantes ao recinto. A opção da compra antecipada dos bilhetes revelou-se um excelente escolha visto que nos permitiu escapar as filas para compra de ingressos. Tudo se processou com celeridade e em poucos minutos estávamos onde mais interessa: a ver aviões!
A área destinada ao Airshow é bastante vasta e permite um contacto muito directo com todas as aeronaves em exposição (se bem que nos dias destinados ao publico em geral a visita ao interior das aeronaves está vedada). Ao contrário do que sucedeu em Paris, o contacto com gigante Airbus A380 permitia fotografias de boa qualidade devido à ausência de barreiras físicas demasiado elevadas. A exposição estática contou com a presença de cerca de cem aeronaves, na sua maioria bem documentadas com cartazes que incluíam algumas das características principais. De destacar os impressionantes Airbus A380 e A340-600 e Boeing 777-300ER. Na componente militar foram várias as presenças como os norte-americanos F-15 Strike Eagle, F-16 Fighting Falcon e o F-18 Super Hornet passando pelos britânicos Tornado GR4. A lista completa de aeronaves presentes pode ser consultada aqui:

http://www.farnborough.com/aircraft/aircraft.asp
Quanto à componente de expositores, o evento contou com uma vasta área distribuída por diversos pavilhões totalizando aproximadamente 1500 expositores das mais diversas áreas de intervenção no panorama aeronáutico. A lista completa de participantes está disponível aqui:
http://www.farnborough.com/exhibitors/csvexhibitorlist.asp
A parte mais espectacular do certame é sem dúvida a componente de exibição aérea das aeronaves. A organização preparou um programa de cinco horas consecutivas de exibição, que foi seguido praticamente à risca com a famosa pontualidade britânica. Na retina ficaram vários momentos de grande nível com a abertura a pertencer aos nove Hawk T1A dos Red Arrows. Seguiu-se uma descolagem impressionante do gigante A340-600 e uma exibição mais arrojada, em relação ao Paris Air Show 2005, do Airbus A380 na sua estreia por terras de sua majestade. No ramo militar os caças F-16, F-18 e Tornado demonstraram as suas fantásticas performances. Sem dúvida digna de destaque foi a participação do caça Russo Mig-29, que com as suas manobras a desafiar as leis da física, entusiasmou o público presente. Destaque igualmente para uma impressionante demonstração do gigante dos helis

Comments are closed.