Aces nos 5000

Obviamente que muitos estão a percorrer os vários sites à procura de informação. A pergunta é simples: O FS acabou? A resposta é simples: Não se sabe. Todas as notícias apontam para que efectivamente os programadores dos ACES estão entre os 5000 empregados que a Microsoft vai dispensar, fazendo mesmo parte do grupo dos 1400 que já recebeu a carta de despedimento. No entanto, damos alguns links onde podem acompanhar o desenrolar dos acontecimentos.

SimFlight: Noticia; Fórum

Sim-outhouse: Fórum

AVSIM: Fórum1 Fórum2

Steve Lacey: Blog

Claro que o Airsim estará sempre em cima do acontecimento noticiando todos os desenvolvimentos.

0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
j.c.monteiro
13 anos atrás

Para lá do drama dos despedimentos, nesta e noutras muitas empresas das mais variadas dimensões por esse Mundo fora, que são isso sim um grande motivo de preocupação, o facto de o desenvolvimento da actual plataforma MSFS ter eventualmente terminado poderá até trazer um futuro mais risonho em termos da produção de add-ons. Nunca hei-de esquecer-me que os melhores desenvolvimentos do Sublogic ATP se deram quando foi suspensa a sua produção, que o próprio Combat Flight Simulator da MS recebeu os melhores add-ons e ainda está a receber muito depois de ter sido dado por terminado o seu desenvolvimento. Ficará… Read more »

jcboliveira
13 anos atrás

Se o resto falhar, Tens sempre este simulador

http://flightsimx.cyclops.amnesia.com.au/index.html

13 anos atrás

É verdade foram necessários mais de dois anos para prepar o povo Amaricano e não só, para manter a mesma política imperialista, elegendo o Sr. Barack Obama. Mas desenganem-se, porque até ao final deste verão muita coisa vai acontecer no tal mundo Global! Basta perceber as palavras do vice-presidente Joseph Biden,”Se os Estados Unidos estiverem dispostos a negociar, o mundo aceitará com mais vontade o alinhamento com a liderança dos Estados Unidos para enfrentar desafios como o combate ao terrorismo e os programas nucleares do Irão e da Coréia do Norte”. Quando esta altura chegar, certamente que ninguém vai ter… Read more »