Simulação de voo: um regresso em força?

dcs_su25t01A simulação de voo não se limita a FSX, X-Plane, Prepar3D e sucedâneos e a um nicho de entusiastas. O interesse do grande público parece recrudescer, com soluções como a integração de DCS World no Steam. Que pode ser testado gratuitamente por um tempo infinito.

Steam é a maior plataforma de jogos online existente, desde há anos. Apresenta uma multitude de jogos, mas bem poucos simuladores de voo, efectivamente. Coisas que nem chegaram a sair do chão, como Microsoft Flight (é verdade, por muito que não se queira dizer), ou títulos de arcada como Jane’s Advanced Strike Fighters, de 2011, que nos recorda os anos de ouro da simulação de aeronaves militares, quando o nome Jane’s surgia associado a veras simulações e não estes “brinquedos”, e pouco mais. Existem bastantes simuladores, é verdade; agrícolas, de conquista do espaço, de gestão disto e daquilo, de condução desportiva ou de tractores, mas poucos aviões ou programas dos ditos que mereçam a designação simulação.

Mas quem procurar bem encontra um que vale o esforço e que tem a vantagem de ser grátis, pelo menos na fase de arranque, com um mundo para explorar e uma aeronave para descobrir. Refiro-me a Digital Combat Simulator World, da Eagle Dynamics. DCS World, como é conhecido na gíria, é a base de agregação dos módulos pagos criados para DCS, um universo de combate que é servido gratuitamente, com um caça Su-25T “Frogfoot” com que os que aceitem o desafio podem conquistar os céus. O sistema modular DCS tem ganho alguma velocidade nos últimos anos, sugerindo um investimento da equipa da Eagle Dynamics que parece ter correspondência numa comunidade, crescente, de utilizadores.

dcs_su25t02DCS World foi concebido para ser usado online, com múltiplos jogadores. É ao mesmo tempo a interface de acesso às diferentes aeronaves que é possível adquirir,  e a plataforma de comunicação para jogar online. Ora faz sentido associar esta experiência a um mundo tão popular como o de Steam, e foi isso que a Eagle Dynamics fez.  O DCS já existia em Steam, mas não com a elasticidade que esta nova versão de DCS World oferece, e com a aliciante de se poder voar gratuitamente online e offline aos comandos do Su-25T. Como ferramenta promocional é excelente e tem levado mais pessoas a descobrirem, porque está no Steam, um programa que de outro modo talvez nunca escolhessem experimentar.

Para os que passem a fase de introdução representada pelo Su-25T, existe uma colecção de aeronaves para adquirir e voar, de helicópteros a aviões. Espreite por sua conta e risco as opções, quer no Steam ou directamente no website do Digital Combat Simulator.

0 0 vote
Article Rating
11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Editor
7 anos atrás

WarThunder tembém é muito bom ….
bit.ly/1cRFRT7

j.c.monteiro
7 anos atrás

Olá José Antunes!

Já lá ando há cerca de 1 ano, nas lides do DCS. É simplesmente o mais avançado simulador de voo em termos de modelos físicos.

A parte militar não me interessa, por isso limito-me a fazer pequenos “voos” de P51D e UH-1H. O A10C e o KA50 tb os tenho no Hangar, mas aguardam paciência para estudar os manuais…

Obrigado peolo óptimo apontamento acerca do DCS World!

Jose Antunes
7 anos atrás
Reply to  j.c.monteiro

Olá J.C. Monteiro! Então estamos no mesmo barco. Eu comprei o P51D com o novo computador, para poder voar nele. É excepcional e penso escrever algo sobre a experiência. Mas estou a aprender a dominar o bicho. Tenho o KA50 há anos, desde a versão inicial, mas não funciona em pleno no DCS, sem fazer o upgrade. E tenho o A10C, que é impressionante, mas também pré actual DCS World. Mas estou na mesma condição: o lado militar não me interessa, até porque confesso, não sou bom a dar tiros. O que eu gosto é de voar e do desafio… Read more »

j.c.monteiro
7 anos atrás

Pois, infelizmente não me parece mesmo nada que o P3D v2 venha a ser 64 bit, mas a versão actual, que uso e gosto bastante, fica um espanto com o FTX Global, e agora também com o novo gerador de Weather – FSGRW da PILOTs

E o X-Plane 10? Tinha a ideia de que estavas também a utilisar José?

Jose Antunes
7 anos atrás
Reply to  j.c.monteiro

Vou manter o FSX se o Prepar3D não evoluir. Depois de voar o P51D no DCS, o FSX desce de posição substancialmente. Como eu gostava de ter um mundo tipo Orbx no DCS. Mas não se pode ter tudo.

X-Plane… não. Tive o 5, para aí, mas encaixotei-o na altura e nunca me debrucei muito sobre o assunto. O tempo não perdoa.

Tércio Sampaio
7 anos atrás

Ola José Antunes, Muito bom artigo. A complementar gostava de acrescentar umas coisas e deixar algumas recomendações. Eu em nota introdutoria vou só referir que usei/experimentei todos os simuladores de avioes civis e militares para PC desde 1989. Tudo descrito em detalhe dava para fazer um livro. Nos militares, usei-os em pleno, dogfights, close air combats, close support, ….. Após toda esta experiencia, venho aqui reforçar que para simulador de aviões de combate moderno, este é o melhor simulador de sempre e tal como foi referido, tem um dos melhores modelos fisicos feito para PC. A completar isso tem excelentes… Read more »

Jose Antunes
7 anos atrás

Olá, obrigado pelo comentário. A minha nota sobre o Steam prende-se mais com a afirmação da simulação de voo como um género com algum potencial recuperado do que com o aconselhamento ao seu uso. Mas para muitos jogadores, o facto de o DCS estar ali pode ser uma forma de descobrirem algo que de outra forma não olhariam. Mesmo com uma versão grátis. O Steam chama a atenção. Pode servir para despertar o interesse e criar novos “pilotos virtuais”. Eu conheço o Rise of Flight desde que saíu, tenho-o instalado, é de facto bom. Uma correcção: o IL-2 Sturmovik Battle… Read more »

Tércio Sampaio
7 anos atrás
Tércio Sampaio
7 anos atrás

Caro José Antunes,

Sim, sei que é uma união dos dois (1C e 777) lembro-me bem quando saiu essa noticia. Eu refiro-me ao core engine quando disse que não tem nada a ver com os outros IL-2’s. Pois houve inicialmente certas duvidas que foram prontamente esclarecidas se este simulador ia usar o engine do ultimo Il-2 ou o do RoF.

Abraços

Jose Antunes
7 anos atrás

Caro Tércio Sampaio Ah sim, a máquina é a do RoF por uma pena, até na interface, mas aplicada a uma outra época. Dadas as – boas- provas da máquina de RoF (que até tem ligações ao motor inicial de IL-2 dado que a equipa original trabalhou nele, na vertente online), faz sentido explorar aquilo, até porque suspeito que depois de CoD, aka Battle of Britain, a ideia de voltar a pegar no código antigo (CoD começou a ser feito para sair em 2006 e saiu em 2011, mais um sinal do período de adormecimento da simulação de voo e… Read more »

Tércio Sampaio
7 anos atrás

Caro José Antunes, Ui, sobre a batalha de inglaterra ainda me lembro do primeiro que tive sobre o tema, LucasArts – Battle of Britain, que tinha a mesma tecnologia que o The Secret Weapons of Luftwaffe da mesma editora, este ultimo então foi uma perdição naqueles tempos. Pois eu prefiro que este ultimo Il2 Battle of Stalingrad seja mesmo sobre este cenário de guerra. Eu sempre prezei pela diversidade e se formos a ver os 2 ultimos simuladores de voo WW2 especificos a 1 só teatro de guerra foram já sobre a batalha de inglaterra (IL2 Cliffs of Dover, que… Read more »